Você já conhece a Carteira de Trabalho Digital – CTPS Digital?


CTPS DigitalO CTPS Digital, aplicativo lançado pelo Ministério do Trabalho, permite aos trabalhadores brasileiros consulta às suas experiências profissionais formais atuais e anteriores.

O CTPS Digital, aplicativo lançado pelo Ministério do Trabalho, permite aos trabalhadores brasileiros consulta às suas experiências profissionais formais atuais e anteriores.
Desde o dia 21 de Novembro, o Ministério do Trabalho lançou para smartphones com sistema Android ou iOS (Iphone) aplicativo que funciona como uma extensão da carteira de trabalho. Ele permite ao trabalhador ter em mãos uma ferramenta rápida de consulta às suas experiências profissionais. Na prática, o documento físico continua existindo e para todos os efeitos é o documento oficial do trabalhador.
Dentre os benefícios trazidos inicialmente pela inovação estão a agilidade na solicitação do documento físico em primeiro ou segunda via, acesso à informação sobre a qualificação civil e os contratos de trabalho do trabalhador. Isso é possível através da integração de múltiplos bancos de dados do governo federal.

Sobre o Aplicativo:

O aplicativo poderá ser baixado gratuitamente através do Google Play ou da Apple Store, basta procurar por “CTPS Digital”.
Ao procurar pelo aplicativo, tenha atenção antes de baixa-lo. Existem outros aplicativos semelhantes que não são oficiais e portanto, não são confiáveis. O App original chama-se CTPS Digital, tem como ícone o Brasão da República nas cores azul e branco e consta como vendedor/fornecedor a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social – Dataprev.

Para acessar:

Para ter acesso ao aplicativo é necessário obter a senha de acesso ao Cidadão BR, que poderá ser obtida através do próprio aplicativo CTPS Digital, ou clicando aqui.
Será solicitada autorização pelo aplicativo para ter acesso aos seus dados e documentos, é necessária a autorização.
Para obter a senha no ambiente Cidadão BR, será solicitado alguns dados do trabalhador: CPF, nome, data de nascimento, nome da mãe, local de nascimento. Esses dados serão validados no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS).
Após a validação, o trabalhador terá de responder um questionário de cinco perguntas sobre seu histórico de trabalho, das quais ao menos quatro precisam estar corretas.
Após o processo de validação, o trabalhador receberá uma senha provisória, que deverá ser trocada.
Caso tenha dificuldades em responder as questões, o trabalhador deve aguardar 24 horas para uma nova tentativa. Caso precise de auxílio, deve ligar para a central de atendimento, através do número 135.
De posse da senha de acesso e CPF, o trabalhador terá acesso ao aplicativo.

Gostou dessa notícia? Divulgue o nosso site e nosso trabalho.

Somos uma empresa de contabilidade com mais de 15 anos de experiência. Entre em contato conosco e conheça mais da nossa estrutura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *