Entre em Contato

(31) 2526-2700

Contabilidade Digital

Conheça os Plano

Auditória contábil: tudo que você precisa saber

Qual é o objetivo da auditoria contábil?

Auditoria contábil é o levantamento, estudo e avaliação sistemática das transações, procedimentos, operações, rotinas e das demonstrações contábeis de uma entidade com o objetivo de fornecer a seus usuários uma opinião imparcial e fundamentada em normas e princípios sobre sua adequação.

É uma técnica voltada a testar a eficiência e eficácia do controle patrimonial, que vai além de prevenir, minimizar, evitar ou detectar erros e fraudes, ela é uma ferramenta que auxilia no melhor funcionamento dos controles internos das organizações.

O que é auditoria das demonstrações contábeis?

A função primeira de uma auditoria não é tão-somente a identificação de erros ou fraudes.

A princípio, sua prática deve ser entendida como a de assessorar uma administração em relação ao desempenho das atribuições definidas para cada área da empresa, mediante os objetivos por ela determinados.

Nesse sentido, a auditoria das demonstrações contábeis, por meio de seu parecer, é emitido pelo auditor, visando dar maior credibilidade aos registros contábeis.

Quais são os riscos de auditoria?

É perfeitamente possível ocorrerem riscos em auditoria. Aliás, o risco de auditoria ocorre quando a há perspectivas de existirem deficiências materiais no controle e que não são identificadas pelo auditor durante a auditoria.

Isso pode ocorrer quando há uma forma específica de erro de amostragem deficiente; houver impropriedade do processo de avaliação do auditor como resultado de suposições errôneas, desvios observacionais e conclusões ilógicas; inconstâncias estatísticas no que tange ao uso de amostra para conclusão geral sobre um sistema como um todo; limitações inerentes ao próprio processo de auditoria; e quando houver possibilidade de o auditor emitir opinião inadequada acerca de demonstrações contábeis significativamente incorretas.

Auditoria contábil interna e externa

A auditoria interna é exercida por um funcionário da própria empresa, em caráter permanente.

Dessa forma, o auditor interno deve exercer sua função com independência profissional, preenchendo todas as condições necessárias ao auditor externo, mas também exigindo da empresa o cumprimento daquelas que lhe cabem.

A auditoria externa é realizada por profissional liberal, auditor independente, sem vínculo de emprego com a entidade auditada e que poderá ser contratado para auditoria permanente ou eventual.

Normas de auditoria contábil

As normas de auditoria contábil são regras ditadas pelos órgãos reguladores da profissão contábil e tem por objetivo a regulação da profissão e da atividades de contador.

As normas atualmente em vigor no Brasil são emitidas em conjunto pelo CFC – Conselho Federal de Contabilidade, IBRACON – Instituto dos Auditores Independente do Brasil, Banco Central do Brasil, CVM – Comissão de Valores Imobiliários e a Superintendência de Seguros Privados.

A principal norma em vigor no Brasil é a Resolução CFC nº 820, de 17 de dezembro de 1997, que aprova a NBC T 11 – Normas de auditoria independente das demonstrações contábeis.

Auditoria contábil para empresas

Em razão das transformações no mercado de trabalho e o surgimento cada vez mais crescente das  micro e pequenas empresas no Brasil, a auditoria contábil tornou-se um instrumento legítimo para controle e planejamento destas,  PME’s, que representam grande relevância na economia brasileira, especialmente, em relação à geração de emprego e renda.

Se você precisa de auditoria para sua empresa, venha conhecer  a contabilidade proposta pela Abra Contábil que oferece suporte e apoio para que os clientes possam decidir com segurança o melhor para sua empresa.

Traga sua empresa para a Abra Contábil e ganhe o primeiro mês de honorário grátis!

Há mais de 15 anos a Abra Contábil ajuda empresas a decidirem com segurança os rumos a serem tomados.

Entre em contato e abra novos caminhos para seus negócios

Auditoria e tecnologia

Tem curiosidade para saber como a tecnologia e inovação pode tornar a auditoria contábil mais eficiente e ágil na elaboração de relatórios?

O presidente do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon), Francisco Sant’Anna, mostra como a tecnologia pode ser aplicada na contabilidade. Confira:

Uso de drones na contabilidade

Drone é uma das aplicações da tecnologia na auditoria e contabilidade que ajuda na contagem de inventário, de acordo com Sant’Anna.

“As empresas fazem, uma vez por ano, a contagem de seus estoques, para avaliar se o que existe fisicamente bate com o que está registrado na contabilidade. Afinal, podem ter ocorrido perdas, desvios ou fraude. O drone pode ajudar com isso”.

Presidente do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon), Francisco Sant’Anna

Big data na auditoria contábil

A auditoria contábil envolve testar uma amostra de transações feitas por uma empresa. Com base no faturamento da companhia, o auditor determina o número de operações de vendas que devem ser avaliadas e escolhe de forma aleatória quais serão testadas.

Com as ferramentas de big data, esse sistema pode ser mais eficiente.

“Antes de fazer a seleção, o auditor pode trabalhar a massa de dados para selecionar as transações de forma mais direcionada, escolhendo as que tenham mais chances de apresentarem erros”.

Presidente do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon), Francisco Sant’Anna

Robótica e confirmações bancárias

Sistemas automatizados podem ser criados para resolver tarefas repetitivas do trabalho de auditoria de uma contabilidade.

Um exemplo de sistema automatizado é a conferência de saldos de crédito ou empréstimos das empresas junto aos bancos.

“Tem companhia que tem conta em 15 bancos. O auditor precisava enviar cartas a cada um deles, e o banco tinha de responder qual era o saldo”.


“Com a automatização, você ganha tempo de correspondência, não tem extravio, faz essa checagem com muito mais objetividade, menos risco e mais eficiência”.

Presidente do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon), Francisco Sant’Anna

Deixe uma resposta

WhatsApp chat